Notícias

JÁ ESTÁ EM ACTIVIDADE O RANCHO INFANTIL DO GRUPO “AS MACANITAS” DE TERCENA

JÁ ESTÁ EM ACTIVIDADE O RANCHO INFANTIL DO GRUPO

“AS MACANITAS” DE TERCENA

Infantil_
O S. Martinho foi bem festejado na Associação Cultural de Tercena, com destaque para o reaparecimento do seu grupo de folclore infantil.
Há mais de quinze anos que o rancho estava desactivado até que finalmente apareceu um grupo de jovens dirigidos por Vania Rodrigues que o reanimou e agora composto por cerca de sete pares estará pronto para actuar onde quer que seja.
É uma mais valia da colectividade onde as crianças poderão criar amizade à actividade que tem andado arredia da colectividade devido à falta de rapazes.
A festa culminou com uma noite de Karaoke abrilhantada por Hugo Botica, já que a tarde se iniciou com uma sessão de histórias para crianças, contadas por Joaquim Peres, Susana Botica e Carolina Santos.
 

A Associação Cultural de Tercena lamenta a morte de Augusto Lenine de Abreu.

A Associação Cultural de Tercena lamenta a morte de Augusto Lenine de Abreu.

Lenine Abreu, tinha estado numa festa, mas ao sentir-se mal, teve de ser conduzido ao hospital de Cascais, onde dois dias depois infelizmente acabaria por falecer.

 _le

Lenine no Brasil com as “Macanitas”

Lenine era das pessoas mais consideradas na freguesia de Baracarena, não só por ter sido um excelente associativista e autarca como também pelo seu porte, a sua maneira de ser, nunca tendo uma palavra amarga fosse para quem fosse.

Lenine Abreu foi presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia de Barcarena, membro da Assembleia Municipal assim como pertenceu a vários executivos na autarquia de Barcarena.

Fez parte várias vezes dos corpos gerentes dos Bombeiros de Barcarena e presentemente exercia o cargo de relator da Assembleia-Geral da Associação Cultural de Tercena, colectividade que ele estimava e inclusivamente tinha acompanhado o seu rancho folclórico numa digressão ao Brasil e estar sempre à sua inteira disposição.

Reformado da Marinha onde prestou serviços vários anos e presentemente fazia parte dos corpos gerentes de um grupo ligado a reformados marinheiros, de quem, falava das suas iniciativas com muito orgulho.

Lenine gozava ainda de um estatuto muito especial como pintor amador, pois são excelentes os trabalhos que nos deixou, já que ultimamente se tinha dedicado à pintura e muito especialmente os seus azulejos pintados foram sempre o seu grande orgulho e disso gaba-se Fernando Silva que lhe encomendou uma série de pinturas que estão patentes ao público no restaurante “Retiro Quinta do Filinto“ em Tercena, admirados por todos os clientes que por ali passam.

Casado, com D. Lurdes Abreu, pai de dois filhos, viveu muitos anos em Tercena mas ultimamente morava no Estoril, só que era rara a semana que não visitasse Tercena e inclusivamente as nossas instalações.

Mais não sabemos dizer de momento sobre este grande homem, que agora desapareceu de entre nós, apenas lamentamos e endereçamos a sua esposa e demais família as nossas mais sentidas condolências.

 

BAILE DE “HALLOWEEN” NA ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE TERCENA FOI MAIS UM GRANDE ÊXITO

BAILE DE “HALLOWEEN”

NA ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE TERCENA FOI MAIS UM GRANDE ÊXITO

A Associação Cultural de Tercena levou a cabo a noite de Halloween, onde compareceram trinta máscaras alusivas ao acto a concurso numa iniciativa do grupo de jovens.

A noite esteve animada, havendo mesmo um concurso de máscaras que resultou na seguinte classificação.

hal1 1º lugar: Íris Cardoso

2ª lugar  Guilherme Barciela e Diana Cardoso

3ºlugar: Paula Cardoso

Esta organização vem na sequência  das iniciativas previstas para a nova temporada 2012/2013 onde outros temas irão ser apresentados.

De louvar esta iniciativa do grupo jovem que decorreu com enorme êxito, pelo labor dos colaboradores e promotores, mas apenas lamentamos não pertencer às nossas tradições, quando afinal muitos outros temas seriam oportunos, pois lembramo-nos do velho ditado  “A galinha da minha vizinha é melhor que  a minha”, pois pomos de parte as nossas   tradições para agarrarmos, inexplicavelmente,  outras que nada dizem ao nosso povo.

hal2 A época de trabalho iniciou-se em Setembro, onde o seu rancho folclórico já efectuou uma série de espectáculos, para nos próximos, sábado e domingo levar a cabo o Baile Saloio de S. Martinho com um almoço de porco no espeto por inscrições, histórias para as criança-kataoke e ainda a estreia no rancho folclórico infantil.

De salientar que nesta festa haverá muita castanha assada e água-pé, tradições desta época outonal

 

“MACANITAS” ACTUARAM EM S.JOÃO DA TALHA

“MACANITAS”

ACTUARAM EM S.JOÃO DA TALHA

O Rancho Folclórico “As Macanitas” de Tercena, participou nas 24 horas de Folclore, maratona que comportou quarenta e quatro ranchos em dois dias, sábado e domingo, com a organização a servir cerca de duas mil e quinhentas refeições.

cerna1 Os grupos vindos de todas as regiões do país, marcaram presença, uns com mais qualidade, outros nem tanta, mas a verdade é que o Grupo de S. João da Talha conseguiu uma grande iniciativa que já vai na segunda edição e com êxito assinalável.

Com esta participação o agrupamento de Tercena deu por finda as suas actuações com o seu grupo adulto ao longo deste ano tendo feito cerca de vinte e cinco espectáculos, contudo o agrupamento infantil actuará ainda em Tercena no próximo dia 10 de Novembro, numa estreia que irá marcar o regresso desta estrutura infantil, que, teve início um ano depois da estreia do grupo adulto em 1991.

Depois de muito tempo sem funcionar por falta de rapazes, voltará de novo no dia de S. Martinho.

&&&

 

 

"MACANITAS” ACTUARAM NA FEIRA DE ARTESANATO DO ESTORIL

"MACANITAS”

ACTUARAM NA FEIRA DE ARTESANATO DO ESTORIL

Mais uma vez o Rancho Folclórico “As Macanitas” de Tercena actuou na Feira de Artesanato do Estoril, desta vez com muito público, que aplaudiu com entusiasmo o grupo, embora este se tivesse apresentado muito desfalcado por muitos folcloristas se encontrarem já de férias.

Há já algum tempo que o agrupamento de Tercena actua duas vezes por ano neste espaço turístico, que concentra sempre muito público, na sua maioria estrangeiros que visitam Portugal, e como tal tem sido fundamental para o aparecimento de convites para o estrangeiro e para outros locais do pais, só que muitos deles não podem ser aceites por falta de verba.

rtp12 Assim, depois de uma actuação no passado dia 26 de Junho, o grupo voltou na passada 3ª feira, tendo sido a actuação que encerrou esta época 2011/12, voltando a esta actividade no princípio do mês de Setembro, para preparar o seu Festival que se realiza no dia 9 de Setembro e completar as actuações que ainda faltam par até ao final do ano de 2012.

 

 
Mais artigos...